CRIANÇAS

Crianças

1 aos 3 anos

A maioria das crianças nesta idade dorme entre 10 a 13 horas por dia. Normalmente 10 horas durante a noite e 1 a 2 sestas que podem durar entre 1 a 3 horas. Gradualmente a sesta da manhã tende a desaparecer até ficar apenas uma sesta após o almoço. As sestas não devem ocorrer muito tarde pois podem comprometer o sono à noite. 

Por vezes existem nesta idade alguns problemas ao adormecer ou o seu filho acorda várias vezes durante a noite com pesadelos ou terrores nocturnos. 

O melhor a fazer nestas situações é estabelecer rotinas e ser consistente. Isto trará segurança ao seu filho o que o ajudará a dormir melhor. 

Durante a noite faça com que as suas ‘visitas’ à cama do seu filho, se necessárias, sejam breves e monótonas para não o estimular a ficar acordado. 

3 aos 5 anos

Nesta idade as crianças dormem aproximadamente 12 horas por dia e entre os 3 e os 5 anos a sesta desaparece gradualmente. 

Nesta idade procuram prolongar o período de ir para a cama, pedem mais uma e outra história, pedem para manter a luz acesa e levam objectos especiais, como um boneco, para a cama.

 Normalmente as crianças acordam poucas vezes durante a noite mas podem haver excepções. Com uma imaginação mais desenvolvida o seu filho pode ter medos nocturnos e pesadelos mais frequentemente. 

Mais uma vez procure manter-se fiel às rotinas de deitar e faça com que que o período que precede o sono seja calmo. Com o tempo o sono normalizará.

5 aos 12 anos

As crianças nestas idades continuam a precisar de 10 a 12 horas de sono todos os dias e são raras as crianças que ainda dormem a sesta.

 Por vezes as actividades diárias (trabalhos de casa, desporto e outras actividades extra-curriculares assim como um maior interesse na televisão, computador e jogos de vídeo podem contribuir para idas para a cama mais tardias e falta de sono. 

Deve ser feito um esforço para manter as rotinas e as horas de dormir pois a falta de sono pode trazer vários problemas que vão desde maior irritabilidade, problemas de comportamento e hiperactividade até ao menor rendimento escolar.