ROTINA PARA ADORMECER

Rotina para adormecer

Adormecer é um processo e nem sempre é fácil desligar de todas as actividades diárias. Estabelecer certas rotinas e pô-las em prática de forma consistente são importantes tanto para adultos como crianças para ajudar a adormecer mais rapidamente e a dormir com mais qualidade.

Nas crianças estudos científicos têm relacionado as rotinas no momento de ir para a cama com: 

  • Maior rapidez a adormecer
  • Acordar menos vezes à noite 
  • Melhor disposição dos pais

Mas o que é uma rotina?

Se virmos no dicionário, rotina é uma sequência de etapas na realização de uma tarefa levadas a cabo sempre da mesma forma. 

Para criarmos a nossa rotina de adormecer é importante escolher que etapas realizar no processo de ir para a cama e é importante fazê-las sempre (ou quase sempre) da mesma maneira. 

Quem não conhece a mais antiga e ‘recorrente’ rotina de ir para a cama: lavar os dentes, xixi, cama!

Como implementar uma rotina para os seus filhos irem para a cama?

O primeiro passo na implementação de rotinas de sono é definir uma hora para ir para a cama. A hora definida deve permitir que os seus filhos durmam o suficiente e que acordem naturalmente cheios de energia a tempo de se prepararem para o seu dia.

Por exemplo uma criança de 6 anos que precisa de dormir 11horas e que se levanta às 7h30 deverá estar na cama antes das 8h30.

Também é importante que meia hora antes de ir para a cama desligue a televisão, computador e jogos de vídeo e que desligue algumas das luzes para que a criança acalme gradualmente.

Depois a rotina deve ‘acomodar-se’ aos hábitos da família. 

Se jantam cedo a rotina pode passar por dar um passeio na rua ou outra qualquer brincadeira onde se gasta o resto de energia do dia seguido de um actividade mais calma como um banho relaxante.

Também pode ser parte da rotina um momento em que a família conversa. Se os seus filhos são muito pequenos converse com eles, fale-lhes do dia que tiveram. Se já são mais crescido pergunte-lhes como correu o seu dia!

Outra possível actividade a incluir nesta rotina diária é a escolha da roupa que vão vestir no dia seguinte.

Também, dependendo da idade da criança, podem cantar uma música calma juntos ou pode ler uma história.

E no fim já sabe: dentes, xixi e cama!

Os ‘casos difíceis’

Apesar de comprovadas vantagens a inclusão de rotinas causa algumas reticências:

‘Na minha família as rotinas não encaixam’ ou ‘os meus filhos não aderem a rotinas’, ‘agora é tarde de mais’, ‘ já tentei mas não funciona’ são respostas bastante comuns à sugestão de criar rotinas familiares na hora de ir para cama. E se é verdade que a rotina não funciona para todas as famílias, na maioria dos casos é muito eficaz!

Para crianças que não têm rotina e que estão habituadas a ir para a cama às 23h00 ou 23h30 será certamente difícil que num dia (ou mesmo numa semana) se habituem a adormecer às 20h30. Nestes casos o ideal é estabelecer uma rotina para a hora habitual e gradualmente (todas as semana por a criança na cama 10 minutos antes do que fazia na semana anterior) ir antecipando essa rotina.