HIPERTENSÃO

Hipertensão

A tensão arterial é a força que o sangue exerce sobre a parede das artérias e que é necessária para que o sangue chegue a todos os tecidos do organismo. 

A tensão arterial máxima (ou sistólica) é medida quando o coração bombeia o sangue e a tensão arterial mínima (ou diastólica) é medida quando o coração está em repouso.

Quando a tensão arterial máxima é superior a 140mmHg e a mínima é superior 90mmHg designa-se hipertensão.

Classificação

Máxima (mmHg)

Mínima (mmHg)

Normal 

<120 

<80

Pré-hipertensão

120-139

80-89

Hipertensão arterial estádio 1 

140-159

90-99

Hipertensão arterial estádio 2

160-179

100-109

Hipertensão arterial estádio 3

≥180

≥110

Como se determina quem é hipertenso?

A tensão arterial não é constante ao longo do dia. Portanto só é considerado hipertenso quem tiver valores acima do normal em pelo menos 2 avaliações feitas em tempos diferentes e ao longo de um período máximo de 3 meses. 

Como a hipertensão muitas vezes passa despercebida e em fases iniciais não apresenta sintomas peça ao seu médico para lhe medir a tensão arterial de dois em dois anos após os 20.

O que causa a hipertensão?

Por vezes a causa da hipertensão é desconhecida mas existem alguns factores que podem fazer com que a tensão arterial se eleve para valores anormais:

  • Hereditariedade
  • Idade 
  • Algumas doenças (doença renal, insuficiência cardíaca…)
  • Excesso de peso
  • Dieta inadequada
  • Sedentarismo 
  • Ingestão excessiva de álcool
  • Tabagismo
  • Stress

Quais as consequências da Hipertensão?

A hipertensão arterial, quando não é controlada, afecta principalmente:

  • O coração – a hipertensão causa insuficiência cardíaca e aumenta o risco de enfarte do miocárdio.
  • O cérebro – a hipertensão é uma das principais causas de acidentes vasculares cerebrais. Para além disso pode como consequência de microderrames levar à demência.
  • Os rins – a hipertensão não controlada pode conduzir à insuficiência renal.
  • Os olhos – a hipertensão pode levar à lesão dos vasos que irrigam os olhos e consequentemente à perda da visão.

Quanto mais alta for a sua tensão arterial maior será o seu risco de comprometer estes órgãos.

Prevalência

A prevalência de hipertensão arterial em Portugal é de 20%. Em indivíduos com mais de 50 anos a prevalência aumenta para os 50%.

Apenas metade dos hipertensos sabe que o é. Só um quarto está medicado e apenas 11 a 16% têm a tensão controlada.

O que fazer para diminuir o risco ou controlar a hipertensão?

No caso de ser hipertenso consulte o seu médico, poderá necessitar de medicação. De qualquer das formas há algumas medidas e alterações ao seu estilo de vida que pode por em prática já:

  • Perca peso, se for caso disso – a redução de peso (mesmo 2 a 3 kg) em indivíduos com peso a mais diminui a tensão arterial.
  • Reduza a ingestão de sal – uma redução na ingestão de sal vai ajudar a controlar a sua tensão arterial. Não tenha o saleiro na mesa e evite adicionar sal aos alimentos já cozinhados. Modere a ingestão de alimentos muito salgados – enchidos, refeições pré-preparadas, snacks, molhos…
  • Aumente o consumo de alimentos ricos em potássio – leguminosas (evitar as enlatadas por serem muito ricas em sal), batata, flocos de aveia, tomate, cenoura, beterraba, cenoura, couves, espinafres, figo, banana, sumo laranja, amêndoa, amendoim, avelã… o potássio vai contrabalançar os efeitos do sal no seu corpo.
  • Ingira álcool com moderação. Isto significa não mais de 1 bebida para as mulheres e 2 para os homens por dia.
  • Pratique regularmente actividade física – 30 a 45 minutos de actividade física moderada (caminhada, natação…) na maior parte dos dias vai ajudar a manter a sua tensão arterial sob controlo. Evite actividades que exigem esforços repentinos como a musculação.
  • Torne a sua alimentação mais saudável – uma dieta constituída principalmente por fruta e hortícolas, cereais integrais, leguminosas, nozes, amêndoas e outras sementes, peixe, lacticínios magros, carnes de aves e gorduras saudáveis (óleos vegetais e azeite) vai melhorar a sua saúde e vai ajudar a controlar a tensão arterial. Para além disso modere o consumo de carnes vermelhas e limite a ingestão de doces.
  • Pare de fumar – este é um passo essencial.

Sites de interesse:

http://www.who.int/cardiovascula...hypertension_guidelines.pdf

http://www.portaldasaude.pt/...lho+circulatorio/hipertensao+arterial.htm

http://www.cdc.gov/bloodpressure/index.htm

http://www.nhlbi.nih.gov/health/public/heart/index.htm#hbp

http://www.nhlbi.nih.gov/health/public/heart/hbp/dash/new_dash.pdf